OS GERAIZEIROS

Por Sônia Maria Ribeiro de Oliveira – Minas Gerais

geraizeiros_contra_eucalipto2.jpgOs Geraizeiros são povos que se localizam à margem direita do rio São Francisco no Norte de Minas Gerais. O nome vem da denominação gerais, ou seja, planaltos, encostas e vales das regiões de cerrados. Os gerais constituem um local em que todos têm livre acesso, local comum como um grande quintal , espaço de todos onde é possível a colheita de frutos nativos como: Pequi, Panan, Coquinho azedo dentre outros e que são vendidos pelas ruas ou nas feiras para complementar a renda familiar. Além disso, é um local onde o gado é criado solto; também é possível a extração de lenha para o preparo dos alimentos ou dos produtos que necessitam de fogo para serem preparados e que também são comercializados nas feiras  do mercado local.    Esses povos são pequenos agricultores que vivem do plantio de lavouras diversificadas como lavoura de milho, feijão, mandioca, cana-de-açúcar, frutas, verduras e são grandes conhecedores de ervas medicinais. Todos esses produtos que são cultivados em suas pequenas propriedades são comercializados no mercado e é a principal fonte de renda para a maioria desses agricultores.

geraizeiros_contra_eucalipto.jpg Esse povo, habitante dos cerrados, tem lutado pela garantia de seus direitos de permanecerem em suas terras, preservando suas tradições. No entanto, essa luta é muito desigual e com o passar dos dias se torna cada vez mais difícil devido ao avanço da monocultura, o chamado “Deserto Verde” que, dia-a-dia, adentra por suas terras, além de desmatarem o cerrado para transformá-lo em carvão. Com o monocultivo do eucalipto ocorre a degradação do solo, o secamento das nascentes, dificultando a permanência dos geraizeiros que estão sendo encurralados.  No entanto, eles permanecem firmes, resistindo ao cercamento de suas terras, mesmo sendo obrigados a enfrentar a expropriação de suas terras e a degradação dos recursos naturais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*